Como aplicar papel de parede: o guia completo sobre como fazer | Triider

Como aplicar papel de parede? Essa é uma pergunta frequente para quem quer renovar a casa. Saiba a resposta neste texto!

Papéis de parede são fáceis de aplicar, dão cara nova para o ambiente, não fazem muita bagunça e, para completar, têm preços acessíveis. Mas como escolher o melhor modelo para cada cômodo da casa? Como medir a parede e prepará-la? E, mais importante, como aplicar papel de parede?

Abordaremos cada uma dessas questões nos tópicos abaixo. Ao fim deste conteúdo, você estará pronto para fazer uma repaginação em seu lar. Confira!

Entenda os benefícios de investir em papel de parede

Papéis de parede são práticos, econômicos e, por isso, apresentam um ótimo custo x benefício. Mas, se isso ainda não é razão suficiente para você investir neles, confira uma lista detalhada de vantagens:

  • se de boa qualidade, o papel de parede pode durar até 15 anos ou mais, o que o torna rentável a longo prazo;

  • o artifício pode ser usado para esconder pequenas imperfeições, já que adere fácil e suavemente às paredes;

  • por apresentarem diversos modelos, estampas e cores, são capazes de dar outro ar ao ambiente — podem deixá-los mais calorosos, amplos ou mesmo dar mais estilo e personalidade a um cômodo;

  • com ele, a decoração só tem a ganhar — desenhos, texturas e belas estampas impactarão quem chegar ao local e a mensagem será passada;

  • são versáteis — podem ser usados tanto em paredes inteiras quanto só em parte delas; assim, cabe a você pensar como usar e qual quantidade comprar.

Confira os tipos de papéis de parede

Os papéis de parede podem ser soluções para diversas situações. Entenda, abaixo, sobre cada tipo!

Papel de revestimento (ou revestimento texturizado)

como aplicar papel de parede, aplicação de papel de parede revestimento

Esse papel não tem fins decorativos, já que não conta com acabamento impresso. Na verdade, ele é aplicado a tetos nus ou áreas em preparação para pintura de parede. Por isso, seu objetivo é cobrir pequenas imperfeições em uma superfície antes de pintá-la ou ocultar uma cor forte que estava na parede antes.

Papel de parede tradicional

como aplicar papel de parede, aplicação de papel de parede dyi
Foto: Dan Gold

Esse é um dos tipos mais populares, e tem esse nome porque é, de fato, um papel: a celulose é o principal componente do produto! Por isso, eles são muito ecológicos e permitem que as paredes respirem. Assim, são ótimas opções para quartos (especialmente os das crianças) e salas de jantar.

Além disso, são bastante acessíveis e podem ser encontrados em lojas físicas e online de design. Contudo, por causa da sua composição, são menos resistentes à luz e à umidade, o que faz com que as cores sejam danificadas na hora da aplicação.

Papel de parede de vinil

como aplicar papel de parede, tipos de papel de parede
Foto: Becca Tapert

Outro tipo bem popular de papel de parede, os tipos de vinil são constituídos por uma camada de papel ou fibra e um revestimento superior de plástico.

Em relação ao papel de parede tradicional, apresentam algumas vantagens consideráveis: são laváveis, resistentes à luz e extremamente duráveis, pois devem ser trocados a cada 10 a 20 anos. Por isso, são ótimas opções para locais muito frequentados da casa (cozinha, sala de jantar e banheiro, por exemplo).

Quanto à estética, papéis de parede de vinil variam muito em cor e padrão — eles podem se assemelhar à madeira, pedra, concreto etc. Por outro lado, se colocados em lugares com pouca ventilação, podem reter impurezas do ar por causa de sua composição.

Papel de parede em relevo

como aplicar papel de parede, fixação de papel de parede

Outra opção interessante são os papéis de parede texturizados e em relevo, que dão profundidade às paredes lisas. Caso opte por um desses, prepare-se para ousar: as texturas podem variar desde impressões inspiradas em tecidos delicados e suaves até figuras geométricas mais dramáticas e marcadas.

Esse tipo de papel de parede é interessante para esconder pequenos defeitos da parede como arranhões, rachaduras e quaisquer tipos de asperezas. Outro ponto positivo sobre eles é o fato de que podem ser pintados.

Por outro lado, sua aplicação pode ser um pouco mais complicada do que as demais, já que as bordas (mais duras que o comum) podem começar a grudar. Além disso, sua remoção pode danificar a parede, então é preciso cuidado em dobro.

Papel de parede líquido

Um pouco mais incomum, esse tipo de papel de parede é feito a partir de celulose e fibra de algodão. Sua aplicação se dá ainda em forma líquida e, para ser realizada, é preciso uma espátula especial e leva 24 horas para secar completamente.

Por ser maleável, o papel de parede líquido pode ser usado mesmo em salas com paredes irregulares, defeitos e rachaduras na superfície. Além disso, o produto é ecológico, fácil de usar, apresenta bom isolamento térmico e acústico, e, tal qual o papel de parede tradicional, permite que a parede “respire”.

De certa forma, esse papel de parede é semelhante à pintura e, quanto ao seu design, é personalizável, já que as imagens podem ser desenhadas manualmente. Contudo, há um ponto que deve ser levado em consideração: o produto não é resistente à água. Por um lado, é uma desvantagem, já que a durabilidade é ameaçada. Por outro, pode ser uma boa opção para quem gosta de mudar com frequência.

Papel de parede TNT

Última tendência na decoração, os papéis de parede TNT são feitos de uma mistura especial de fibras naturais e sintéticas — por isso, são laváveis ​​e respiráveis. Essas fibras, por exemplo, são encontradas em muitos outros produtos domésticos, como sacos de chá, filtros de café e gaze. Viu só como são respiráveis? Por isso, esse tipo de papel de parede é ótimo para cozinhas e banheiros.

Outro benefício é que, por ser constituído por essas fibras, o papel em TNT é mais resistente a rasgos — e isso também auxilia positivamente na instalação ou remoção do produto. Além disso, esses são os papéis de parede mais ecologicamente corretos do mercado atualmente.

Por fim, esse tipo de papel de parede não se expande nem se contrai — por isso, não muda de tamanho e, assim como o papel de revestimento, pode ser usado como base para pintura. As desvantagens são poucas: eles não são laváveis e são um pouco mais caros.

Papel de parede de fibra de vidro

Constituídos de fibras de vidro (materiais não tóxicos como quartzo, soda, cal e dolomita) tecidas e unidas para formar um material de folha, esse papel de parede é incrivelmente forte e protege bem paredes e tetos.

São resistentes ao fogo, evitam que as chamas se espalhem e também são uma boa forma de tratar rachaduras aparecendo nas paredes. Além disso, pode contar com um adesivo de parede especial resistente à água (enquanto as fibras de vidro fornecem uma barreira para a umidade). Por causa de suas propriedades isolantes, até mesmo o crescimento de fungos é impedido.

A aplicação, nesse caso, deve ser profissional, já que se trata de algo quebrável. Por isso, dentre as desvantagens figuram dois pontos principais: o alto preço e a baixa flexibilidade.

Papel de parede de bambu

Como o nome denuncia, esse papel de parede é feito de bambu e, por isso, trata-se de um produto natural ambientalmente amigável.

Por ser um produto “natural”, sua cor é resistente, é afetado pelas condições da natureza (a umidade, por exemplo) e sua limpeza não é tão simples. Os fabricantes desse papel de parede recomendam que a limpeza seja feita com aspiradores.

Por isso, os papéis de parede de bambu não são indicados para áreas que podem entrar em contato com alimentos ou locais com altos níveis de umidade, como banheiros ou salas com menos ventilação.

Por outro lado, o bambu tem características antissépticas, por isso impede o crescimento de musgos e germes. Dentre as desvantagens estão o preço alto e o acúmulo de poeira.

Papel de parede têxtil

tipos de papel de parede, como aplicar papel de parede

Feitos de tecido como seda, algodão, linho, feltro, ráfia, fios ou penas, os papéis de parede têxtil criam uma sensação de aconchego e bem-estar. Por causa de sua composição, permitem que as paredes respirem, são resistentes a manchas e proporcionam ótimo isolamento térmico. Contudo, são extremamente caros e difíceis de aplicar nas paredes.

Conheça as opções para cada cômodo

Agora que você já entendeu melhor cada tipo de papel de parede, confira, abaixo, um resumo sobre qual escolher para cada local de sua casa!

Papel de parede para sala de estar/jantar

como aplicar papel de parede

Seja em salas de estar ou de jantar, uma boa dica é colocar o papel de parede em uma parede só. Assim, o ambiente que, de forma geral, já conta com muitos outros objetos (mesas, poltronas, tapetes, cortinas, almofadas etc), não ficará pesado demais.

Em relação ao tipo escolhido, prefira materiais práticos, como o vinil, pois a duração é alta e a limpeza se dá de forma prática.

Papel de parede para quarto de casal/solteiro

como aplicar papel de parede, aplicação de papel de parede dyi

Assim como a sala, o quarto, geralmente, é um local seco e com boa circulação de ar. Por isso, a escolha de materiais é mais livre. Quanto à aparência, o importante é que a escolha tenha a ver com a personalidade daqueles que utilizam o quarto. Afinal de contas, passa-se muito tempo lá dentro!

Papel de parede para cozinha

Nas cozinhas há umidade e resíduos, além de menos ventilação. Por isso, uma boa prática é não preencher toda a parede, e sim escolher um ponto principal para aplicar o produto. Esses pontos podem ser acima das bancadas ou entre os armários, por exemplo.

Quanto ao material, escolha aqueles que são mais resistentes à umidade (vinil, fibra de vidro etc.) e evite os que não podem entrar em contato com água (tradicionais).

Papel de parede para quarto de bebê

como aplicar papel de parede

Esses são responsáveis por deixar a decoração aconchegante e suave. Por isso, escolha cores neutras e estampas delicadas. Sobre o material, opte pelos respiráveis, como o papel de parede tradicional.

Papel de parede para banheiro e lavabo

Aqui, o material tem grande importância! Isso porque o contato com a umidade fará com que o papel de parede degrade rapidamente caso ele não seja apropriado para isso. Por isso, o mais recomendado é o papel de parede de vinil.

Quanto à decoração, uma boa tática é colocar um ponto de atenção (com cores vibrantes ou estampas bem marcadas) em uma única parede. Isso quebrará os tons neutros do cômodo mas ainda não o tornará um ambiente cansativo.

Saiba como escolher o seu papel de parede

Agora que você já sabe os tipos de papel de parede e também entende qual é o melhor para cada cômodo, é hora de pensar qual mensagem quer passar com o seu lar e qual estilo de decoração mais agrada. Aqui vão alguns estilos de decoração para guiar a sua escolha!

Clássica

como aplicar papel de parede, papel de parede o guia completo

Como o nome já mostra, é algo consolidado e que não sai de moda. É inspirado na arquitetura grega e romana e marcado por peças imponentes e sofisticadas. A paleta de cores pode apresentar tons pastéis, vermelho bordeaux, verde-esmeralda, azul-marinho e preto — e tudo pode ser combinado com estampas florais, dourado, prateado.

Nas paredes, além do papel, invista em quadros e porta-retratos padronizados. No piso do apartamento ou casa que contar com esse estilo de decoração estarão tacos ou tábuas.

Retrô/vintage

como aplicar papel de parede, aplicação de papel de parede dyi
Foto: Michael D Beckwith

Inspirada na decoração de 1950 a 70, as casas com esse estilo são marcadas pela alegria. Por isso, formas geométricas e abstratas têm um lugar especial, assim como as texturas diferentes (veludo, plástico etc).

A paleta de cores é composta por cores marcantes: laranja, amarelo, rosa, azul, preto, branco e vermelho. Lembre-se de não usar todas de uma vez, e sim combiná-las. Amarelo e azul, por exemplo, são cores opostas e equivalentes!

Industrial

Aqui, a inspiração é NYC de 1950 a 1970 e busca remontar espaços industriais daquela época, ou seja, com tijolinhos aparentes, tubulações etc. Para investir nesse estilo sem ter que fazer grandes reformas, os papéis de parede são excelentes opções. Além disso, busque móveis que casem com o resto da décor. Afinal, só o visual sem os móveis pode fazer com que o conceito não seja tão bem trabalhado!

Rústica

como aplicar papel de parede, papel de parede dyi

O estilo busca replicar o aconchego de fazendas e casas de campo. Assim, a madeira está presente em grande parte da decoração — e, mais uma vez, para evitar grandes reformas, invista em papéis de parede.

Romântica

como aplicar papel de parede
Foto: Stephen Leonardi

Esse estilo tem uma pegada clássica, mas mais delicado e leve. A paleta de cores é composta por tons pastéis, estampas florais e tons de dourado. Então, leve isso em consideração na hora de escolher o seu papel de parede caso vá decorar assim.

Veja como aplicar papel de parede

Agora que você já conhece os tipos de papel de parede, já entende como escolher o produto para cada cômodo e está por dentro dos principais estilos de decoração, chegou a grande hora: aprenda a colocar o seu papel de parede!

1º passo — Conferência da parede

Para começar, é necessário verificar se a parede é plana e lisa e se a superfície está estável. E, caso não esteja, precisaremos consertá-la. Vamos ao próximo passo!

2º passo — Preparação da parede

como aplicar papel de parede, preparando a parede para papel de parede

Aqui, é hora de deixar a parede pronta para receber o papel. Para isso, primeiramente, lixe todos os relevos e garanta que ela está bem nivelada. Caso haja outros problemas, como buracos, infiltração, mofo etc., certifique-se de consertar todos — caso contrário, você desperdiçará o produto.

Além disso, é preciso medir a parede para saber com exatidão quantos rolos comprar. Para isso, meça a altura e o comprimento da área. Exemplo: 2 de altura x 2 de comprimento = 4 m². Depois, é hora de marcar o local de aplicação. Nessa hora, conte com um lápis e faça linhas de orientação verticais nas paredes para não errar.

E, por fim, é preciso saber quantos rolos comprar. Para isso, faça a seguinte conta:

comprimento do rolo / altura da parede (+ metade de uma repetição de padrão).

A repetição de padrão, por sua vez, é indicada na etiqueta do produto. Por exemplo: 54 cm.

3º passo — Preparação do papel

como aplicar papel de parede

Aqui, tem um ponto muito importante: o início do padrão. Caso o papel seja estampado, é essencial que você identifique esse início antes de fazer qualquer corte (se um erro for cometido nessa etapa, todo o resultado será prejudicado).

Assim, veja a imagem completa da estampa e entenda o seu início e sua repetição — se necessário, abra o rolo para compreender. Depois, simule por onde será melhor começar a colagem. No caso de grandes estampas, é melhor começar pelo meio.

Feito isso, chegou a hora de cortar o papel. Você precisará de:

  • lápis;

  • estilete ou tesouras grandes;

  • régua;

  • luvas de algodão (devem ser usadas para cortes em papéis muito delicados).

Agora, coloque o papel na mesa, voltado para você, e desenrole-o. Com o lápis, marque, no papel, as medidas feitas anteriormente. Aqui, é de extrema importância contar 5 centímetros a mais na parte superior e inferior da tira. Feito tudo isso, confira o início do padrão mais uma vez. Se as medidas não coincidirem, é preciso adaptá-las novamente. Afinal, o padrão deve ser respeitado.

Por fim, use a régua para fazer os cortes corretamente, sem deixar nenhuma borda torta!

4º passo — Momento da colagem

como aplicar papel de parede, como fazer aplicação de papel de parede, colagem papel de parede

Aqui, você vai precisar de:

  • escova;

  • espátula de silicone;

  • escadas.

Sabe os 5 centímetros que você deixou sobrar na hora do corte? Então, lembre-se de deixá-los sobrando nas partes superiores e inferiores novamente.

Depois, vá até a parede com o papel dobrado e inicie a colagem pela parte superior. Em seguida, desdobre o papel e cole-o, de modo a desenrolar até embaixo. Muita concentração e atenção para seguir a linha marcada, certo?

Feito isso, alise o papel no intuito de eliminar bolhas grandes. Depois, use uma escova para fazer a mesma coisa com as menores. Com a ajuda da espátula, retire, do meio para as bordas, o excesso de cola. Repita esse passo com as demais tiras.

5º passo — Finalização

como aplicar papel de parede

Agora, é hora dos últimos toques para finalizar seu trabalho! Para isso, você vai precisar de:

  • espátula;

  • estilete;

  • cola para papel de parede;

  • rolete.

Use a espátula para pressionar os vincos e cantos no rodapé e teto. Depois, utilize o estilete para cortar as sobras. Feito isso, aplique a cola com o rolete por cima do papel de parede e deixe secar.

Uma dica importante é não dar demão de cola em papéis brancos, pois eles podem ficar mais escuros. Com a cola já seca, corte, em formato de cruz, as áreas de tomadas. Aqui, você pode aproveitar para instalar tomadas e caixas novas e renovar todo o visual. Caso não saiba como fazer isso, conte com alguém que entenda de pequenos reparos.

Apesar de não deixar muita sujeira, feitos todos os passos é hora de investir na limpeza da casa para exaltar o resultado.

Saiba o que fazer em caso de insegurança na aplicação de papel de parede

Com essas dicas, você já é quase um expert no assunto “como aplicar papel de parede”. Já sabe como escolher, aplicar e finalizar tudo! Contudo, se precisar de ajuda nessa prestação de serviços, não hesite em chamar profissionais qualificados para o assunto.

Por mais que pareça simples, aplicar um papel de parede não é uma tarefa que pode ser feita por qualquer pessoa. Se o papel de parede for mal aplicado, você pode perder todo o material, ainda mais no caso dos papéis estampados.

Agora que você sabe tudo sobre papel de parede, compartilhe esse conhecimento com os seus amigos e assine a nossa newsletter para saber de todas as novidades.

Escreva um comentário