5 dicas de feng shui para afastar energias ruins | Triider
Entenda o que é Feng Shui e como você pode equilibrar a energia da sua casa usando essa técnica milenar

Para quem não sabe, o feng shui é uma técnica milenar originária da China. A proposta consiste basicamente em equilibrar as energias do ambiente por meio da construção ou decoração do cômodo, permitindo que as forças do universo atuem de forma positiva sobre o homem. Mas você sabe como fazer isso na prática? Com algumas dicas de feng shui é possível aplicar essa técnica em seu próprio lar, buscando mais harmonia para a sua saúde física, emocional e espiritual.

Quer saber mais? Para ajudar você a compreender melhor como isso funciona, preparamos este post com 5 dicas certeiras sobre como interferir nos ambientes de modo a torná-los mais equilibrados e, consequentemente, mais harmoniosos. Acompanhe a leitura e prepare sua casa!

1. Entenda a metafísica do lar

feng shui, metafísica do lar
Foto: Erol Ahmed

Entender a metafísica da casa significa saber que a conjuntura física do local interfere na conjugação de energias que agem sobre aquele ambiente.

Para você compreender como isso acontece na prática, saiba que o feng shui considera a sua casa como um ser vivo capaz de gerar energias que podem ser boas ou ruins. Tudo vai depender basicamente do estado de espírito do dono e do modo como ele lida com as instalações do lar.

Sendo assim, considere que a porta de entrada é como se fosse o nariz e a boca da residência. Ou seja, é uma parte vital para a casa. Afinal, ao se comunicar com o ambiente externo é possível controlar as energias que entram e que saem da residência.

As janelas são os olhos da casa. Isso significa que, se os vidros estiverem danificados ou a janela ficar a maior parte do tempo fechada, você não vai conseguir se conectar com o entorno.

Seguindo esse raciocínio, o centro da residência é o coração — a parte mais energética do lar — e está relacionado à saúde das pessoas que ali vivem. A rede de esgoto representa o nosso aparelho excretor. Já a parte elétrica representa o sistema nervoso, responsável por coordenar todos os outros comandos da residência.

2. Preste atenção aos sinais da casa

feng shui, decoração e feng shui

Agora que você já sabe o que é a metafísica da casa, fica mais fácil entender como gerenciar todos os ambientes para estimular a concentração de energias positivas no local por meio do feng shui.

É simples. Basta prestar atenção aos sinais que o seu próprio lar está mostrando: trincas ou rachaduras em pisos, paredes ou azulejos revelam divergências e desentendimentos; superfícies com mofo e bolor pressupõem que algo está errado com nossa pele e sistema respiratório; panes na rede elétrica significam que os nervos estão à flor da pele… E por aí vai.

Nesses casos, a primeira coisa a se fazer é identificar o entrave e procurar tratá-lo o mais rápido possível. Olhe para a sua casa com carinho e veja o que pode ser feito para combater o problema. Muitas vezes, uma boa limpeza ou a substituição de alguns itens específicos já são suficientes.

3. Concentre-se na parte elétrica

feng shui, eletricidade e feng shui
Foto: Alessandro Bianchi

Como dissemos, o circuito elétrico da residência representa o nosso sistema nervoso central e, portanto, comanda todas as ações do nosso “corpo”. Sendo assim, essa parte requer atenção redobrada quando o assunto é feng shui.

Problemas na fiação, lâmpadas queimando, disjuntores desarmando, equipamentos apresentando defeitos… Todos esses sinais podem significar sobrecargas na rede elétrica. Isso, em analogia ao corpo humano, representa elevados níveis de estresse e intenso desequilíbrio no temperamento.

Comece revendo as instalações. Nessa parte, é muito importante contar com a ajuda de um profissional especializado para auxiliar você a colocar o sistema em ordem novamente. Ele saberá identificar com exatidão quais são as falhas do circuito e o que fazer para corrigi-las com segurança e eficácia.

4. Comece com o feng shui para a sala

feng shui, feng shui para sala
Foto: Dan Gold

Conforme a proposta do feng shui, devemos olhar para o que está fora de ordem na nossa casa e, a partir daí, buscar reequilibrar as energias. Sendo a sala uma das áreas de convivência da residência, esse exercício se torna ainda mais intenso, já que, por ali, circulam várias pessoas.

Por isso, convém ornamentar o espaço de modo que as energias ruins não consigam adentrar. Isso pode ser feito tanto no momento da obra quanto na decoração do lar. Na construção, obviamente é preciso focar a atenção nos aspectos básicos do projeto, como o posicionamento adequado das vigas, o alinhamento das esquadrias, a sustentação da casa, entre tantas outras coisas.

Já no décor, é preciso se concentrar no mobiliário e nos demais elementos da ornamentação. Todos esses itens precisam dialogar entre si, refletindo o estilo de decoração que você propôs para o cômodo — clássico, moderno, rústico, minimalista etc.

Procure alinhar os móveis a parede, pois, no feng shui, isso representa segurança, proteção e estabilidade. Além disso, posicionados desta forma, os móveis não interferem na visualização do ambiente como um todo, pois não atrapalham a nossa visão. Algumas cores, como branco e tons de terra, são indicadas para a sala. Isso, porque transmitem tranquilidade.

As plantas são de extrema importância – elas absorvem energias negativas e ajudam na purificação do ar. Procure sempre algo natural na sua sala de estar.

A ideia é que nada esteja ali por acaso. Pelo contrário, o intuito é reunir elementos que tragam boas memórias e nunca pecar pelo excesso de informações, o que poderia cansar a nossa visão. Pode apostar: todos esses fatores interferem no tipo de energia que você quer fazer circular pelo ambiente. Por isso, concentre-se nessas técnicas de feng shui para atrair apenas energias boas pela casa.

5. Expanda o feng shui para o quarto

feng shui, feng shui para quarto
Foto: Sonnie Hiles

Sim. Concordamos que as áreas de convívio social são muito importantes, sobretudo a sala, que é onde fica a porta de entrada da casa, regulando tudo o que entra e o que sai do nosso lar. Contudo, não podemos concentrar toda a energia nesse cômodo e esquecer um dos principais ambientes: o quarto.

Não é porque os quartos são locais mais particulares que poderão passar despercebidos. Pelo contrário: segundo o feng shui, o posicionamento dos móveis e a ornamentação do recinto fazem toda a diferença no nosso sono, auxiliando a renovar as boas energias a cada noite bem dormida.

Nesse sentido, a localização da cama é o principal ponto a ser tratado pelas técnicas do feng shui. Responda à seguinte pergunta: o que tem atrás da sua cabeceira? Fiação elétrica, canos hidráulicos, banheiros ou fogão são exemplos de fatores que podem interferir negativamente no seu sono, já que a complexidade desses itens é tamanha que não se pode combater suas interferências por meio de uma simples parede.

Por isso, fique longe de qualquer configuração que possa gerar sobrecarga de energia sobre a cama. Se o cômodo for em formato irregular, tente explorar os cantos assimétricos de forma positiva. Você pode, por exemplo, acomodar um móvel específico nesse cantinho, de modo a suavizar as formas irregulares do ambiente.

Outra dica importante é nunca colocar um mobiliário incompatível com o tamanho do quarto. Móveis muito pesados — como armários ou mesas de estudo grandes demais — bloqueiam a passagem da energia e, consequentemente, limitam o relaxamento, a concentração e a criatividade.

Outra dica é não colocar espelhos em frente a cama ou em frente a janela. Quando colocados em frente a cama, os espelhos podem atrapalhar no sono. Já espelhos em frente a janela, podem devolver as boas energias para fora de casa. E o que queremos é que as coisas boas permaneçam, não é mesmo?!

Viu só? Com essas dicas de feng shui ficou fácil reordenar alguns aspectos da sua casa para afastar as energias ruins. Concentre-se em identificar os defeitos e, se necessário, conte com um profissional capacitado para te orientar nas devidas instalações.

Afinal, assim como o nosso corpo, quando a casa apresenta falhas, ela está querendo anunciar que algo não está bem no recinto. E aí, é hora de corrigir os erros, certo? Por isso, inspire-se nessas sugestões e mãos à obra. Tenha sempre bons profissionais para te ajudar nessa tarefa e não deixe os consertos para depois. A nossa casa interfere muito na nossa vida.

Aproveite, curta a nossa página no Facebook e assine a nossa newsletter para ver mais dicas sobre como manter a casa sempre em ordem!

Escreva um comentário